Eis a Questão


Minha querida…
Infelizmente às vezes sem querer,
Me pego te traindo em pensamentos,
Pois os versos que me vem à cabeça,
Nem sempre tem o nome a quem devo dedicar.

Com o tempo, aprendi a mais dura realidade.

‘’Não há poeta de um só amor,
Uma só mulher,
Uma só história
Ou então de uma só inspiração’’

Somos apenas mensageiros de um autor anônimo,
Que quase sempre se esquece de por o nome do Destinatário.

(esses versos contém ironia)

© Lé0 Machado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s