Sem sono

– Hey…

– …?

– Quando você vem me visitar?

– Não sei, por quê?

– Por nada, apenas perguntei.

– Amanhã tenho prova de inglês!

– Haaa…

– Mas quem sabe, talvez…

– Talvez?

– É, talvez sim, talvez não…

– Uhm, me avisa?

– Talvez

– Hã?

– To indo

 

 

 – Oi?!
_________________________________________________________

“Quem vai direto ao ponto, infelizmente esquece todas as virgulas”

Mas quem liga para os pontos, se o interessante é a continuidade de uma reticências…

© Lé0 Machado

Ignorância humana

Se parássemos por alguns instantes e observássemos ao nosso redor,
logo notaríamos que em certo momento da vida, ou mesmo após ter
feito algo e se arrepender, muitos fazem as mesmas indagações…

– Ah se eu pudesse voltar no tempo…
– Ah se o tempo parasse…

Infelizmente o que muitos não sabem ou não pensam, é o simples detalhe:

“Mesmo se o tempo parasse ou voltasse, ainda existiria o amanhã”

– E como sempre, por sermos “seres racionais”, erraríamos novamente…

 © Lé0 Machado

Sem cortes nem remendas…

                                     4,3,2,1,5… Gravandoooooooooooo
               

Então… Como parece evidente, essa é minha nova ferramenta de trabalho, acabo de adiquirir um gravador de voz, da marca Panasonic… Embora ainda “não” tenha estreiado, ele já mostrou ter boa qualidade!

 🙂 Tá ligado?

 © Lé0 Machado

 

O paradigma da comunicação

Em minha última aula de português, tomo conhecimento que nossa história só existe, pois é comprovada por uma instituição, no caso, a Igreja.

Desde a antiguidade, o homem das cavernas já sentia a necessidade de relatar os acontecimentos daquela “precária” época. Utilizando ossos, cacos de pedras, o antiquado homem das cavernas já transcrevia através de símbolos o seu dia-a-dia, “alucinações” ou fatos que tinham algum significado. Foi através dessa humilde participação, que nossa história foi esculpida.

Entretanto, atualmente estamos esquecendo o efeito das coisas simplórias, e se englobando em uma nova forma de comunicação, a comunicação virtual. A virtualidade vem anexando não só uma nova forma útil de se comunicar, mas se desenvolve a um ponto em que vidas virtuais estão sendo criadas, famílias, grupos de estudos, trabalhos, enfim, se faz essencial na vida de cada individuo da sociedade.

Levando em consideração a importância dos ‘’escritos’’ do homem das cavernas, e pensando nessa atual  virtualidade, caso nossos descendentes tenham a carência de energia, como passaríamos a diante nossa história?

– Pense nisso.

© Lé0 Machado

Quando Deus quer, Não tem jeito

Uma senhora muito pobre telefonou para um programa cristão de rádio pedindo ajuda. Um bruxo do mal que ouvia o programa resolveu pregar-lhe uma peça. Conseguiu seu endereço, chamou seus secretários e ordenou que fizessem uma compra e levassem para a mulher, com a seguinte orientação:

— Quando ela perguntar quem mandou, respondam que foi o DIABO! Ao chegarem na casa, a mulher os recebeu com alegria e foi logo guardando alimentos. Os secretários do bruxo, conforme a orientação recebida, lhe perguntaram:

— A senhora não quer saber quem lhe enviou estas coisas?

A mulher, na simplicidade da fé, respondeu:

— Não, meu filho. Não é preciso. Quando Deus manda, até o diabo obedece!

‘NÃO SE PREOCUPE DE QUE MANEIRA VIRÁ SUA VITÓRIA, MAS QUANDO DEUS DETERMINA, ELA VEM…. AH VEM!!!

© Blog A Cada do Zé Carlos

Como explicar?

Se o amanhã não chegasse,
Se a noite não passasse,
Se o dia não raiasse,
Se o sol não brilhasse,
Talvez eu nem soubesse
A falta que você me faz.

Sempre te busco nas mais remotas lembranças,
Te vejo nas mais difíceis semelhanças,
E o que não consigo entender,
É o porquê eu ainda tenho esperança.

Se a boca não abrir,
O coração não sentir,
E a mente não pensar,
Como vou te amar?

Isso, eu realmente não saberia explicar.

– Boa Noite.

‘’Tudo que é bom, dura tempo o suficiente, para se tornar Inesquecível’’

Não é merchandising  do Bombom,
Até porque realmente bom,
Seria se ambos quiséssemos Bis.

© Lé0 Machado