Como explicar?

Se o amanhã não chegasse,
Se a noite não passasse,
Se o dia não raiasse,
Se o sol não brilhasse,
Talvez eu nem soubesse
A falta que você me faz.

Sempre te busco nas mais remotas lembranças,
Te vejo nas mais difíceis semelhanças,
E o que não consigo entender,
É o porquê eu ainda tenho esperança.

Se a boca não abrir,
O coração não sentir,
E a mente não pensar,
Como vou te amar?

Isso, eu realmente não saberia explicar.

– Boa Noite.

‘’Tudo que é bom, dura tempo o suficiente, para se tornar Inesquecível’’

Não é merchandising  do Bombom,
Até porque realmente bom,
Seria se ambos quiséssemos Bis.

© Lé0 Machado

Nossos paradigmas


Ambição é simplesmente o sopro que damos
para chegar em algum lugar.

No entanto, devemos tomar cuidado,
Pois se soprarmos de mais,
Podemos acabar passando de onde
Queríamos chegar quando começamos a Soprar.

Assim, chegando ao extremo,
A Ganância.

(esses versos contém ironia)

© Lé0 Machado

Eis a Questão


Minha querida…
Infelizmente às vezes sem querer,
Me pego te traindo em pensamentos,
Pois os versos que me vem à cabeça,
Nem sempre tem o nome a quem devo dedicar.

Com o tempo, aprendi a mais dura realidade.

‘’Não há poeta de um só amor,
Uma só mulher,
Uma só história
Ou então de uma só inspiração’’

Somos apenas mensageiros de um autor anônimo,
Que quase sempre se esquece de por o nome do Destinatário.

(esses versos contém ironia)

© Lé0 Machado

Afinal, quem é você?


Eu realmente gostaria de saber quem é você,
Que sempre me vem a cabeça quando tudo parece ir de mau a pior,
Que simplesmente sabe o que fazer quando eu não consigo se quer pensar,
Que como sempre, aparece quando eu mais preciso,
Que sabe que falar não adianta, então simplesmente me escuta.
 
Mas como alguém como você consegue ser assim?
Amável, memorável, incomparável…
Como consegue em tão pouco tempo,
Ser tudo aquilo que eu sempre sonhei?

As vezes pensando em você, me pergunto:

Por que será que sempre quando eu mais preciso de alguém,
É você quem aparece?

Por que será que você bagunça minha vida toda vez que ela
parece se estabilizar?

Por que será que mesmo sabendo que não vai dar em nada,
Eu continuo sonhando com você?

Por que será que as melhores respostas nos faltam,
Quando nos fazem as mais simples perguntas?

Felizmente eu não sei, mas espero que você saiba…
Pois estou aqui, como sempre, esperando as minhas respostas.

Afinal, quem é você?

© Lé0 Machado […]

A Ducha

Não sei dizer como e o porquê,
Mas sempre que precisamos dela, ela está La.
Sempre disposta, sempre disponível,
Sempre pronta para nos fazer feliz.

Meus dias sem ela,
Não seriam os mesmo,
Não seriam tão bons como sempre foram.

Lá de cima,
Ela faz milagre,
Faz o essencial para que nosso dia seja simplesmente inesquecível.

Todos sabemos o quanto ela é importante,
Sabemos também que ela faz o impossível,
Que ela não se nega, nem renega,
Faz tudo, sem falar se quer uma palavra.

Talvez um dia você saiba do que estou falando,
Mas enquanto esse dia não chega,
Aproveite, pois um dia ela pode não estar mais lá.

Agora me despeço,
confesso…
vou correndo disperso,
tomar uma Ducha,
assim, melhorando meu regresso.

© Lé0 Machado

(Esse texto foi feito ontem a pedidos de Betinho,
para anexar a um Roteiro que estamos fazendo).